domingo, 4 de março de 2012

RONALDO E BEBETO EM ATO PÚBLICO NO MARACANÃ, DERAM PONTAPÉ INICIAL DA CAMPANHA NACIONAL DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Maracanã é palco de campanha sobre segurança no trabalho

O Maracanã foi palco, nesta sexta-feira (02/03), do lançamento do Ato Público pelo Trabalho Seguro na Construção Civil. A campanha, adequada ao atual momento do estádio, em reforma para sediar a Copa do Mundo de 2014, é organizada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) e pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), e faz parte da segunda etapa do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho.

O evento, que contou com as presenças de Ronaldo Fenômeno e Bebeto, representando o Comitê Organizador do Mundial, foi realizado em frente a estátua de Bellini, na Avenida Maracanã. O objetivo era reunir trabalhadores e representantes do consórcio responsável pelas obras, que atuarão como multiplicadores das medidas de prevenção e segurança.

O TST assumiu o compromisso de desenvolver ações e iniciativas que revertam o cenário de crescimento do número de trabalhadores vítimas de acidentes no país, especialmente na construção civil, responsável pelo maior número de vítimas. Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social, em 2010, foram 54.664 acidentes, dos quais 36.379 por quedas em altura, causa mais comum de lesões e morte, e acidentes em trabalhos de escavação e movimentação de cargas.

O presidente do TST e do CSJT, ministro João Oreste Dalazen, enfatizou os esforços do órgão para tirar o Brasil da quarta colocação em número de acidentes de trabalho no mundo.

– Valorizamos muito a vida, a segurança de todos os trabalhadores. É indispensável a colaboração de todos para que se diminuam os acidentes no País. Precisamos reverter este flagelo do Brasil – afirmou o ministro.

Em nome do governador Sérgio Cabral, o vice-governador e coordenador executivo de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, agradeceu a escolha do Rio de Janeiro como local de lançamento da campanha que vai percorrer todas as sedes da futura Copa do Mundo.

– Esta obra tem um simbolismo muito grande para nós. Vai ser aqui o palco da final da Copa e da abertura e encerramento das Olimpíadas. Será garantia de muitos empregos até 2016. Em todas as obras do Governo do Estado priorizamos sempre a segurança no trabalho – afirmou Pezão.

Para exemplificar a necessidade de equipamentos para evitar acidentes no trabalho, o ex-craque Ronaldo contou que, no início da carreira, sofreu com as pancadas desferidas por adversários na perna, por não usar caneleira.

– Depois que passei a usar o acessório o problema diminuiu muito. É importante que as pessoas se conscientizem da importância do uso de equipamentos de segurança em todo trabalho que traz riscos – disse o maior artilheiro de Copas do Mundo.

Ao final do ato, Flávio Francisco de Araújo, o Acerola, que representava os 4,5 mil trabalhadores das obras no evento, ganhou uma camisa da seleção brasileira autografada pelos dois ex-jogadores. Outras peças iguais foram sorteadas pelos organizadores, enquanto Ronaldo e Bebeto e demais autoridades faziam uma visita às obras do estádio.

Também estiveram presentes os secretários de Trabalho e Renda, Sérgio Zveiter, e de Esporte e Lazer, Márcia Lins, e o presidente da Empresa de Obras Públicas (Emop), Ícaro Moreno Júnior, o iatista Lars Grael, além de líderes sindicais.
SIPAT SHOW-PALESTRAS E TEATRO PARA SIPAT.
ATENDEMOS EM TODO TERRITÓRIO NACIONAL.
INF: WWW.SIPATSHOW.COM.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário